Com Que Olhos?

Este é o tema deste blog cristão, pois procuro saber Com Que Olhos as pessoas veem os assuntos aqui dispostos, dando eu a minha visão e entendimento do assunto. Já agora visite o ÚNICO monumento à Bíblia em Portugal www.monumentoabiblia.net

Sábado, 10 de Julho de 2010

Apresentação

1- Com que olhos? 

 

 

 “Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim?” Rom. 9:20

 

Ao longo de mais de 25 anos que sempre me tem feito alguma confusão, o facto de existirem imensas religiões à face da terra, cada uma chamando a si própria a razão da fé.

São tanta e com tantas variantes dentro de si mesmas que nem sequer ouso listá-las aqui pelos seus nomes, embora que ao longo do presente livro irei fazendo referência a algumas delas de modo particular a grupos chamados cristãos.

 

Jamais irei puxar para mim ou para qualquer religião o conceito de verdade, mas sim, dar à Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, o “Alfa” e o “Omega” das respostas relativas a situações que tenho observado.

 

Assim, desejo que o Deus altíssimo, Criador dos céus e da terra nos ilumine a ajude no entendimento da fé.

Neste momento poderão já alguns estar a perguntar: mas porquê retirar as respostas da Bíblia e não de outros livros de “sabedoria”?  

 

Entendo eu que a Bíblia Sagrada é por excelência o Livro do cristão e O Livro inspirado por Deus.

 

Na verdade os próprios escritores da Palavra, que foram cerca de 50 diferentes e ao longo de mais de 1500 anos, eles afirmam nos seus escritos que falou Deus todas estas palavras dizendo:

 

São por demais evidentes que os autores, escritores, do texto Sagrado nunca chamam a si a iniciativa do conteúdo dos livros, mas sim, entregam aos leitores a mensagem que de Deus receberam.

 

Os versos de Hebreus 1:1,2 resumem bem o que acabo de dizer, Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas nestes últimos dias a nós nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, e por quem fez também o mundo...

 

Creio ser de grande valor termos o nosso ponto de partida bem definido pois sem ele sempre andaremos a procurar respostas nos mais diversos lugares e até mesmo em credos e por demais confissões.

Sendo que em Portugal se vive num país de quase plena liberdade religiosa, somos confrontados na rua com diversas situações de captura de novos membros para os mais variados grupos religiosos.

Outros assumem-se como tendo a verdade em si mesmo, dizendo mesmo que são a igreja.

 

O que é realmente impressionante é que se use a Palavra para defender ideias em vez de se basear as ideias no todo da Palavra.

 

Os escritores bíblicos ao serem inspirados pelo Espírito Santo e ao colocarem nos seus papiros a Palavra de Deus seguiram sempre o mesmo alvo: glorificar o Criador apresentando a pessoa de Jesus Cristo como o Messias prometido que viria, e veio, para garantir vida eterna a todo aquele que n’Ele crê. Logo não encontramos na Escritura religiões, ou grupos religiosos que arrogam para si a responsabilidade do que dizem, mas sim, dizem-no baseado na inspiração Divina.

 

Alguns dos grupos religiosos, ou melhor, grupos cristãos, que advogam para si a verdade e dizem que usam a Escritura como base da sua fé são a igreja Católica, (ICR), a igreja Ressulista, comummente conhecida como Testemunhas de Jeová ( TJ) e também a igreja Adventista ( AD).

Seguirei esta ordem de análise e comparação com o que a Bíblia Sagrada ensina, procurando não entrar em infinitas discussões, mas sim olhando para a Palavra e para o que todo o cidadão mais ou menos letrado consegue naturalmente entender.

Com isto quero dizer que não ire lançar mão de “originais”, de gregos, hebraicos ou aramaicos, enfim, irei usar e Escritura tal como se nos apresenta e cada um de nós tem em suas casas.

Irei, isso sim, recorrer de diversas traduções que por vezes nos ajudam a uma melhor observação do Texto, assim como por exemplo no caso dos Ressulistas usarei a Tradução do Novo Mundo das Sagradas Escrituras,  pois é essa a tradução que eles usam e que afinal, só eles reconhecem.

 

Se neste momento, o estimado leitor ainda não tem a Bíblia Sagrada como a única regra de fé, na qual a fé cristã deve ser incondicionalmente baseada, então o resto das páginas que se seguem não farão sentido, a menos que, queira por si mesmo ver a comparação entre o texto bíblico e os ensinos que nos são divulgados como sendo verdadeiros, mas que em si mesmos não têm qualquer base bíblica.

 

Como cristãos certamente acreditamos no que Cristo afirmou, e Ele disse: a tua palavra é a verdade, assim, sem dúvida irei mesmo seguir esta Palavra para glória do Deus.

 

Se resolver parar aqui a sua leitura, então o meu muito obrigado pelo seu precioso tempo e rogo ao Senhor que o Seu Santo Espírito o ilumine e esclareça sobre a verdade salvática que Deus o Criador nos apresenta na Sua Santa Palavra.

 

Que Ele a todos Abençoe.


 
Pr. Vítor Maia
publicado por Vítor Maia às 14:23

mais sobre mim

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

links

pesquisar

 

arquivos

últ. comentários

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro