Com Que Olhos?

Este é o tema deste blog cristão, pois procuro saber Com Que Olhos as pessoas veem os assuntos aqui dispostos, dando eu a minha visão e entendimento do assunto. Já agora visite o ÚNICO monumento à Bíblia em Portugal www.monumentoabiblia.net

Quinta-feira, 19 de Agosto de 2010

Cemitério e Eternidade

10 - Cemitério e Eternidade

(este post  NÃO  fará parte do livro)

 

Há coisas que nos fazem pensar e esta que hoje mais uma observei voltou a fazer eco em mim e quero compartilhar.

 

Muita gente leva no seu dia a dia uma vida dissoluta ou no mínimo completamente despreocupada quanto ao seu futuro pôs vida terrena como se tudo acabasse aqui nesta terra.

 

Porem quando visitamos um cemitério, local onde jazem os que em vida creram ou não nessa tal vida futura, reparamos com extrema facilidade lápides que  testemunham expressões tais como: eterna saudade; nunca te esqueceremos; descansa em paz, isso entre outra expressões de eternidade.

 

A grande maioria das lapides assim o testemunham, bem como as fitas que acompanham as flores oferecidas pelos amigos do defunto.

Também não poucas vezes ouvimos pessoas a referirem-se aos seus queridos que já partiram dizendo: onde quer que estejas; ele sabe, merece o nosso esforço, dedico a ele ou a ela este golo, etc.

 

Perante estas coisas podemos fazer algumas perguntas:

- Existe ou não eternidade?

- Existe ou não algo mais do aquilo que temos nos nossos anos aqui? Porquê expressões de consolo eterno testemunhadas pelos familiares e amigos se tudo acaba aqui?

 

Se a maioria tem razão então a eternidade existe pelo menos tendo em conta o que podemos ver nesses sítios onde todos passam ou hão-de passar.

 

Dizem alguns que nunca veio ninguém do outro lado para nos dizer como e aquilo.

 

Há quem diga que as expressões de eternidade são expressões ditas da boca para fora.

Afinal, quem tem razão?

 

Se em vida e para a grande maioria das coisas dá-se razão ás maiorias, então a eternidade existe!

 

Porem o mais importante é o facto de que o ser humano tem eternidade em si mesmo e por isso ela faz parte de nós, apesar de alguns a quererem negar, mas não é o facto da negação que altera a verdade. Esta não se altera em circunstância alguma.

O livro de Eclesiastes em 3:11 diz: Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs na mente do homem a ideia da eternidade, se bem que este não possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até o fim.

 

O sentimento de eternidade é algo enraizado no ser humano, que ser entenda ou não, quer se negue ou não!

 

Quanto ao facto de nunca ter vindo ninguém de lá para cá para nos dizer como e o outro lado dito eterno, lembram-se de Jesus Cristo?

Lembram?

Ele veio para o que era seu mas nós o matamos e desprezamos.

Quizeram-No acusar, mas nem os seus acusadores conseguiram isso e tinham todo o interesse em conseguir.

Ele veio e depois de morrer e ressuscitar como tinha dito, foi de novo para o céu, e disse-nos que nos ia preparar um lugar.

 

 

(Se calhar) as coisas existem mas na nossa soberba humana da nossa pseudo-superioridade e pelo engano a que somos levados, dizem muitos que não há nada além desta vida.

 

O que acontece é que os tais que não crêem em eternidade e assim anunciam não querem ter Alguém a quem prestar contas. Acham-se os donos e senhores das suas coisas. É aliás como a Bíblia diz

Ecc 3:19 Pois o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos brutos; uma e a mesma coisa lhes sucede; como morre um, assim morre o outro; todos têm o mesmo fôlego; e o homem não tem vantagem sobre os brutos; porque tudo é vaidade.

Viver sem ter de prestar contas depois da vida dá para que cada um faça exactamente o que desejar, pois sabe que passado alguns anos, ainda que eventualmente condenado pela justiça humana, tudo acabará.

 

Não somos animais! A esses a vida passa e chega ao fim e pronto. Terminou. Quantas vezes circulamos nas estradas e vemos um animal, cão, gato, morto e continuamos o nosso caminho? Mas se for houver um acidente mesmo sem mortos paramos e procuramos ajudar e no caso de morrer alguém, essa pessoa não fica por lá até que passe alguém para recolher “lixo”.

Ora bem. Somos diferentes. Alem de não sermos animais, temos a imagem e semelhança de Deus em nós e com ela a senso de Eternidade.

 

Pare um pouco e lembre-se que um dia, quer queira ou não irá fazer parte dessa mesma eternidade. Onde? Com Cristo ou longe dele?

 

Bendito seja o Senhor Deus de Israel de eternidade a eternidade. Amém e amém. Salmo 41:13

 

Disse Jesus: vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. João 14:2-3

 

Pr. Vítor Maia

publicado por Vítor Maia às 16:02

mais sobre mim

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

links

pesquisar

 

arquivos

últ. comentários

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro