Com Que Olhos?

Este é o tema deste blog cristão, pois procuro saber Com Que Olhos as pessoas veem os assuntos aqui dispostos, dando eu a minha visão e entendimento do assunto. Já agora visite o ÚNICO monumento à Bíblia em Portugal www.monumentoabiblia.net

Domingo, 08 de Agosto de 2010

Bíblia Sagrada - Palavra de Deus

8 -  A Bíblia Palavra de Deus

(este post fará parte do livro)

 

É na abordagem a este ponto que nascem muitas das diferenças entre as religiões cristãs, pois cada um tem a tendência de adicionar a tradição em que foi ensinado e assim a Palavra deixa de ser a Autoridade final e passa a ser somente palavra escrita a qual serve o gosto e tendência de cada um. Há vários factores que precisamos entender para de modo acessível podermos crer na Bíblia como Palavra de Deus. Sem apresentar nenhuma ordem específica aqui deixo alguns pontos básicos que vão ao encontro das muitas perguntas relacionadas com o tema.

- A Bíblia foi escrita por homens. Homens pecadores, homens que erraram, homens que em muitos casos relataram o que viram ou ouviram, homens que não sabiam que estavam a escrever o mais importante livro de toda a história, e que viria a ser o livro mais traduzido e mais vendido do mundo;

- A Bíblia foi escrita por inspiração. Quer isto dizer que nenhum dos seus escritores se sentou e resolveu começar a escrever só porque lhe apeteceu. Eles sentiram essa necessidade de dar a conhecer aqueles factos e por isso temos cerca de 40 escritores a escreverem por mais de 1500 anos sem quem se tenham desviado do propósito de Deus, em manifestar o Seu filho Jesus, como o Messias prometido ou como homem já no novo Testamento;

- Os Evangelhos apresentam parte do ministério de Jesus e alguns acontecimentos visto de diversas perspectivas, coisa absolutamente natural e entendível por cada um de nós se colocarmos 4 pessoas mesmo que juntas a ver e relatar determinados acontecimentos. Cada um vai relatar as coisas como as vê e entende e isso só acrescenta valor aos textos finais. Quando eu e minha esposa saímos e olhamos montras, ela vê com uma perspectiva diferente de mim e comentamos coisas diferentes sobre a mesma montra. Isso não altera os factos ou a montra mas sim serve para que quem nos ouça fique com um conhecimento maior daquilo que nós vimos.

- A Bíblia interpreta-se a si mesmo em muitos casos. São muitos os relatos do Novo Testamento que encontram as suas bases de apoio no que o Velho Testamento diz e ensina. O Próprio Senhor Jesus assim o fez e com Ele outros escritores.

- Os profetas têm em muitas instâncias o cuidado de escrever: veio a mim a palavra do Senhor. Isso revela o quanto eles sentiram de Deus o peso de valorizar o que transmitiam aos outros e por outro lado de retirarem deles próprios a autoria do que escreviam.

- A própria Bíblia diz em Hebreus 1:1-2 1 Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias a nós nos falou pelo Filho... e vai mais longe quando afirma em II Pedro 1:20-21 20 sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo.

 Ela foi escrita segundo a vontade de Deus e por isso é palavra de Deus inspirada e em tudo valiosa para nosso ensino.

O Apóstolo Paulo diz a Timóteo que Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça.

Quando entendemos que a Bíblia é a Palavra de Deus, então sentimos em nós mesmos o desejo de a aprender e ensinar e também de a podermos cumprir o melhor possível.

Quando qualquer igreja cristã entende isto então procura retirar os apêndices que em muitas situações somos tentados a acrescentar, aliás, a própria Palavra diz o seguinte pelo apóstolo João em Apocalipse 22:18 Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro.

Assim sendo devemos ter muito cuidado com o que nos é ensinado e com aquilo que muitos tomam como verdade, mas que está completa ou parcialmente longe do ensino bíblico.

 

Pr. Vítor Maia

publicado por Vítor Maia às 21:50

mais sobre mim

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

links

pesquisar

 

arquivos

últ. comentários

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro